Polaroid

Fernando Haddad: 60 Mais Poderosos Do Brasil


Programa De Pós-Graduação Em Educação


São Paulo - Aos olhos do mercado de serviço brasileiro, fazer uma especialização deixou de ser diferencial - e ficou pré-quesito. A conclusão é de um estudo feito pela consultoria Produtive com cerca de quatrocentos executivos das regiões Sul e Sudeste. FACILIDADES NO DOUTORADO? demonstrou que a maior parte dos profissionais neste instante tem pós-graduação “lato sensu”.


Entre os executivos consultados, 68% fizeram uma ou mais especializações. Aqueles que não obtiveram títulos além da graduação são somente 23% . “Ter uma especialização hoje virou commodity, imediatamente não serve pra mostrar ninguém”, alega Rafael Souto, presidente da consultoria. Com a popularização dos títulos e cursos de pós-graduação, comenta Souto, é preciso procurar universidades de primeira linha pra atingir “brilhar” aos olhos do mercado.


Forma diferente de se comprovar é apostar em cursos de pós-graduação “stricto sensu”, que compreendem programas de mestrado e doutorado. Segundo Souto, as empresas têm valorizado mais mestres e doutores. “Aos poucos, estamos seguindo o modelo dos Estados unidos e do Japão, países em que projetos de inovação são desenvolvidos em parceria por executivos e pesquisadores”, anuncia ele.


O muro simbólico que tradicionalmente dividiu mercado e instituição está em processo de desconstrução no Brasil, de acordo com Souto. A valorização do profissional próximo da academia se faz perceber, sobretudo, no quesito remuneração. falando sobre descreveu que os profissionais com mestrado e/ou doutorado são os mais bem pagos - recebendo mais do que aqueles que têm duas ou mais especializações, inclusive. mais informações , está caindo por terra o preconceito de que a teoria trabalhada nas universidades tem pouca ou nenhuma aplicação no mercado.


“Ainda existe distância entre os 2 ambientes, porém ela está diminuindo ano a ano”, comenta. Pelo mesmo pretexto, continua ele, estamos deixando para trás o velho ditado de acordo com o qual “quem entende faz, quem não domina ensina”. Hoje, diversos executivos buscam mestrado e doutorado vislumbrando a alternativa de ceder aula em faculdades. De acordo com Souto, se a persistência ao ensino não for exclusiva, trabalhar numa corporação e lecionar ao mesmo tempo é um caminho possível. “Muitos profissionais do mercado neste momento veem a docência como uma fonte alternativa de renda”, confessa. Mas, pondera Souto, a mentalidade das empresas brasileiras ainda necessita evoluir em alguns quesitos.


  • à educação https://twitter.com/search?q=cursos&src=typd , compreendendo o ensino técnico e o tecnológico."
  • 8 Voltando ao Preto 3.8.Um As luvas estão fora
  • dois Na área de planejamento produtivo e logístico
  • 21º Faculdade Ibmec, de Minas Gerais (IBMEC)
  • Utrecht University zoom_out_map
  • E este paradigma de escola do futuro que vem surgindo e ganhando espaço no Brasil
  • O choque a respeito do salário é maior que o do MBA

São poucas as empresas que apoiam o profissional de imediato contratado que precise fazer mestrado, tais como. “Elas querem que você já chegue com o título”, explica ele. São laudo de spda pararaios https://mundialcursos.com.br - Pra ter uma formação acadêmica de ponta não é sempre que é preciso correr pro exterior. Como Ir Em uma Prova Do Cebraspe? , quando está em pauta a característica dos cursos de mestrado e doutorado oferecidos no estado. Segundo levantamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Grau Superior (Capes) divulgada esta semana, 12% dos cursos de pós oferecidos no Brasil têm padrão internacional.


Pela prática, isso significa que eles tiveram nota seis ou 7 nas considerações feitas na Capes entre 2010 e 2012. A análise levou em conta criação dos professores, geração intelectual e infraestrutura, além de outros mais estilos. O efeito: dos 3.337 programas de pós-graduação, somente 406 ficaram com nota 6 ou 7. Nesse total, selecionamos todos os programas que são de padrão internacional das áreas de Ciência da Computação, Economia e Administração Ciências Contábeis e Turismo.


Uma pós-graduação tem a duração média de um ano. Esse tempo, mas, é variável, uma vez que o que conta é a sua carga horária geral — que precisa ser, no mínimo, de 360 horas. A forma de seleção tal pro mestrado quanto pra pós-graduação varia bastante. Cursos de mestrados conseguem fazer análises de currículos, pôr provas específicas ou pedir a submissão de um projeto de busca — ou até já utilizar estes métodos conjuntamente para selecionar os alunos.


Você pode ver + informações sobre isto Mercado De Serviço Dos EUA Perde Dinamismo Desde 2018 .

Por outro lado, nas pós-graduações é muito comum existir método seletivo curricular ou a começar por uma avaliação de conhecimentos da área. Ambos os cursos — pós-graduação e mestrado — exigem a disposição e o esforço do profissional que busca a qualificação. Contudo, as habilidades e competências necessárias para cursar cada um deles variam significativamente, devido às características específicas.


Back to posts
This post has no comments - be the first one!

UNDER MAINTENANCE